pag bet -Como divulgou nesta quarta-feira (6) uma reportagem do Brasil de Fato, o Exército Brasileiro confirm

Manifestação do Muspag bet -eu do Holocausto- Confira na íntegra

Como divulgou nesta quarta-feira (6) uma reportagem do Brasil de Fato,çãodoMuseudoHolocaustoConfiranaípag bet - o Exército Brasileiro confirmou, em uma reunião com o Ministério Público Federal (MPF) no Paraná, que um veículo com símbolo nazista desfilou no 7 de setembro em Curitiba (PR) em 2023.

Em 7 de fevereiro deste ano, o Museu do Holocausto de Curitiba encaminhou uma manifestação ao MPF na qual explica, por meio de uma contextualização histórica, porque o veículo é, inequivocamente, uma referência ao regime nazista.

O documento, assinado pelo coordenador-geral do Museu, Carlos Reiss, foi uma resposta a um pedido de esclarecimentos do Ministério Público Federal sobre uma cruz estampada em um veículo de um colecionador que, segundo divulgou o site de notícias local O Gazeteiro, seria um veículo nazista. Como mostrou o Brasil de Fato, a Procuradoria da República no Paraná confirmou no mês passado que o veículo desfilou no 7 de setembro e que o Exército, responsável por coordenar o desfile, não sabia que se tratava de uma simbologia nazista.

A procuradora do caso, Hayssa Medeiros, deve se reunir com o Museu do Holocausto, entidade criada em 2011 por empresários e estudiosos do tema com o objetivo de preservar a memória da tragédia perpetrada pelos alemães na Segunda Guerra Mundial. Depois disso, ela pretende fazer uma reunião com a Brigada Paranaense de Viaturas Militares Antigas, da qual faz parte o proprietário do veículo nazista à época do desfile.

Na manifestação de três páginas encaminhada à procuradora, o coordenador do Museu não deixa dúvidas de que o automóvel usado no desfile com a cruz característica é uma referência aos veículos que foram utilizados somente pelas tropas nazistas e ainda manifesta seu espanto com a situação.

"Em outras palavras, tanto o veículo quanto a cruz representados de forma isolada não garantem interpretação de simbologia nazista ou de qualquer forma de apologia; porém o uso da cruz estampada num Kübelwagen não deixa dúvidas sobre o seu propósito. A combinação da Balkenkreuz com o Kübelwagen, independentemente de o carro ser original ou réplica, inevitavelmente remete ao período nazista, único no qual o modelo de carro e essa cruz foram usados em conjunto", diz o documento. 

Confira aqui a íntegra da manifestação do Museu do Holocausto que está sendo utilizada pelo Ministério Público Federal para apurar o episódio.

Edição: Thalita Pires


BdF
  • Quem Somos

  • Parceiros

  • Publicidade

  • Contato

  • Newsletters

  • Política de Privacidade

Redes sociais:


Todos os conteúdos de produção exclusiva e de autoria editorial do Brasil de Fato podem ser reproduzidos, desde que não sejam alterados e que se deem os devidos créditos.

Visitantes, por favor deixem um comentário::

© 2024.cc777sitemap